domingo, 25 de abril de 2010

5 grandes mudanças da década

  Bem vindos a retrospectiva mais atrasada do planeta. Estamos quase em Maio, logo, a nova década não é novidade para ninguém.
Mas esse assunto não precisa ser uma novidade, afinal, se fosse não seria uma retrospectiva, seria em primeira mão. A ordem é relembrar: Onde você estava? O que você fazia? O que achava que estaria fazendo hoje? Dez anos é muito tempo!

  Tempo suficiente para algumas coisas, antes naturais, tornarem-se completamente ultrapassadas e até cafonas. Chegou a hora de analisarmos algumas coisas impensáveis que aconteceram ao longo da década. Com vocês: 5 mudanças radicais dos anos 2000.


  1- A internet.
  Dez anos atrás você não tinha Orkut. Você não tinha Twitter. Você não tinha MSN. Você não tinha um Blog. Possivelmente você não tinha computador. Internet discada tinha cara de futuro. ICQ era largamente usado (a maioria dos “internautas” de hoje nem sabem o que é um ICQ. Alias, internauta é uma palavra que remete a época do ICQ também).
A internet mudou muito nesse espaço de tempo. De artigo de luxo para necessidade, saber usar um computador (cursos de informática nessa época ainda estavam ganhando popularidade, substituindo os cursos de Datilografia) hoje em dia é parte obrigatória no currículo de qualquer pessoa.
A evolução da internet só pode ser comparada a...



  2- Os celulares.
  Não sei como você está vestido agora, mas sei que, se você tiver bolsos, eles são insuficientes para guardar um único celular do final da década de 90. Esse pessoal fresco que acha um Iphone grande, não sabe o que era um Baby. Alias, lembra dos Baby's? Os “Pegue-e-Fale” da telefônica?
Naquela época, eles eram Telefones Celulares, e não apenas Celulares. Qual a diferença? Eles tinham a aparência de um telefone, e funções de telefone. Esse que você tem, lembra tudo menos um telefone. Tira fotos, filma, transmite rádio e TV, está lotado de games , MP3, manda emails e mensagens de texto, entra na internet, fora os por menores como calculadora e despertador. E as vezes faz ligações.



  3- A música
  Naquela época, funk era Claudinho & Bochecha (aliás, a dupla ainda existia), com letras que podiam ser ouvidas por toda a família (ou não...). Michael Jackson estava vivo (embora já não vivesse seus melhores dias). Britney Spears alcançou o auge, assim como os Backstreet Boys e as Spice Girls.
A 89Fm ainda era a rádio Rock, e a Avrill Lavigne ainda cantava musica de adolescente revoltada (não que isso tenha mudado tanto).
E claro, a cereja do bolo: A moda Emo ainda não existia.

  4- O esporte.
  Tivemos nesse período três Olimpíadas e duas Copas do Mundo de Futebol. Nasceram novos heróis. Promessas tornaram-se realidades, ou revelaram-se ilusões. Mitos do passado completaram sua jornada na terra e já não estão mais entre nós. Outros simplesmente pararam de competir, vitimas do tempo e da idade, os grandes adversários de qualquer atleta. Alguns até pararam e voltaram. Alguns humanos se tornaram lendas. Algumas lendas deixaram que o mundo percebesse que eram apenas humanos.



  5- O mundo
  As Torres Gêmeas cairam. Saddam Hussein caiu. Osama Bin Laden sumiu. O Bug do milênio não aconteceu. Nem o Apocalipse. Mas já estamos chegando perto de outro (?).
Tsunamis, terremotos e furacões mostraram ao homem que é a natureza que manda. O aquecimento global virou pop, resolveu mudar a cena. O Papa também mudou. Chineses tornaram-se a bola da vez. O Brasil, eterno pais do futuro, parece que está chegando no presente. O oriente médio agora exibe cidades maravilhosas, potencializadas pelos petrodoláres. Falando nisso, a corrida da vez não é uma corrida lunar, é atrás de algo cada vez melhor para substituir o petróleo. De preferência renovável.
Enfim. Como será que estaremos daqui 10 anos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails