terça-feira, 22 de junho de 2010

Vossa excelência, Cacareco: Uma Rinoceronte vereadora de São Paulo


 De tempos em tempos, somos agraciados por um dos programas mais chatos, porém, com alguns dos personagens mais cômicamente (e lamentavelmente) bizarros da TV brasileira. Falo do Horário Eleitoral Gratuito. Por mais que seu nome evoque o tédio, quem vê o lado bom da vida consegue se divertir, e muito, com esse programa, que não deve em nada aos demais programas de humor atualmente disponíveis na grade televisiva.

  Candidatos bizarros, vestindo roupas bizarras, com promessas bizarras, slogans bizarros e outra porção de coisas estranhas, tudo para tentar conquistar o eleitor.
  Alguns conseguem bons resultados, outros, no entanto, não conseguem muito mais do que aparecer nas pérolas do Fantástico.

  Mas se existe uma coisa que nenhum deles jamais conseguirá, por mais que se esforcem, é se tornar o vereador mais estranho e mais carismático da historia da cidade. Esse título tem dono. E não pertence a um ser humano. Pertence a Cacareco, um Rinoceronte...


   O ano era 1959 e a cidade de São Paulo era só euforia. Com a inauguração do seu Zoológico, os animais eram mais do que nunca o assunto da cidade. E um em especial chamava todas as atenções. Cacareco, uma Rinoceronte fêmea trazida em setembro de 1958 por empréstimo do Rio de Janeiro especialmente para a inauguração do Zôo. Cacareco era tão adorada, que já se cogitava seriamente a idéia de “esquecer” de devolvê-la para os cariocas.

  Enfim, Cacareco era a grande estrela da cidade naqueles tempos. E em meio a tudo isso, chegaram os tempos de eleição.

  A bem da verdade, as opções de candidatos a vereador naquela época não eram das melhores. E isso fez com que o jornalista Itaboraí Martins fizesse uma brincadeira, comentando que seria melhor que todos votassem na Cacareco. Ele só não imaginava que levariam a sério...

  E muita gente levou a brincadeira a sério. Gráficas imprimiram panfletos apoiando a sua candidatura, pessoas foram as ruas fazer propaganda, bandeiras, faixas e todo o tipo de manifestações de apoio podiam ser vistas pela cidade.

  E num tempo em que o voto consistia em escrever, você mesmo, o nome do candidato que quer votar numa cédula e colocá-la na urna, não é preciso dizer o resultado, certo? Mas eu direi mesmo assim: Cacareco foi eleita, e foi eleita com estilo, sendo a candidata mais votada com 100 mil votos!!!

  Por mais que 100 mil votos não pareça tanto hoje em dia, para fins de comparação, o partido mais votado naquela eleição teve um total de 95 mil votos. Sim, Cacareco sozinha teve mais votos que o partido mais votado inteiro!

   Digno de nota, ainda, é o slogan de Cacareco. “É melhor votar em um rinoceronte, do que em um asno”.

  Será que, meio século depois, esse slogan deixou de ser eficiente?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails