terça-feira, 16 de agosto de 2011

Sonic CD - O jogo esquecido


Alguns jogos simplesmente mereciam outra chance. Sairam no tempo errado, no console errado, do jeito errado, enfim, algo aconteceu, que eles não alcançaram o "estrelismo", o topo. Acabaram passando despercebidos.


Não se pode dizer que um jogo do Sonic em 1993 passaria despercebido. Porém, perto do boom que foram os outros jogos (especialmente Sonic 2, lançado um pouco antes), Sonic CD acaba ficando as margens... Mas isso não pode mudar um fato: É um dos melhores jogos do Sonic. Por que? Vamos por partes...
.

Musicas maravilhosas - A primeira coisa que chama a atenção em Sonic CD, sem duvida, são as musicas. Com a qualidade possivel no Sega CD (infinitamente superior a do proprio Mega Drive), somos apresentados a algumas das melhores musicas de um game do Sonic até hoje. Com um fundo vocal ou não, versão japonesa ou americana (são diferentes nesse aspecto) as musicas são quase hipnóticas. Sonic sempre teve belas trilhas sonoras, e esse é o ápice. Você certamente ficará com elas na cabeça.

Graficos Grandiosos - Temos aqui um jogo com o padrão grafico dos Sonics da época. Basicamente, o jogo tem os mesmos graficos do Sonic 1, um pouco mais detalhados, com alguns efeitos legais (como o efeito de rotação em 3D do Sonic nos saltos impulsionados por molas) novos, e apenas isso. O que está otimo, nos apresentando um cenário colorido, limpo e ao mesmo tempo detalhado. A sensação de velocidade é um pouco reduzida em comparação com Sonic 2, mas pouca gente notará isso, e mesmo quem notar não se sentirá encomodado, já que esta continua cumprindo seu papel.

Design Destruidor - As fases, os chefes e os inimigos desse jogo podem ser descritos da seguinte forma: Sonic dos anos 90. Não há muito mais o que falar. Pode esperar fases geniais, inimigos criativos e carismaticos, e chefes interessantes com caracteristicas proprias para serem vencidos. As fases esbanjam criatividade, porém, tem um lado negativo: Algumas são largamente influenciadas por fases dos outros jogos. A fase final é tão parecida que chega a ser praticamente um remix da fase final do Sonic 1.

Viagem Veloz - A principal caracteristica desse jogo é algo que originalmente foi planejado para Sonic 2: Uma viagem pelo tempo, que interfere diretamente no final do jogo. Sonic pode voltar ao passado, avançar ao futuro ou mesmo ficar no presente, em cada fase. E isso muda completamente o cenário do jogo. Seu objetivo é voltar no tempo e quebrar uma maquina que transforma os animais em robôs, garantindo assim o futuro bom, em todas as fases. Só assim você terá completado o jogo e verá o final feliz. Chegar ao final do game é relativamente facil, se você apenas se preocupar em passar pelas fases (é provavelmente o Sonic mais facil dessa geração). No entanto, conseguir o final feliz, salvando cada uma das fases, e ainda conseguir as esmeraldas (que nesse jogo não são esmeraldas do chaos, e sim do tempo) é bem mais desafiador e requer um pouco de dedicação. A dificuldade do jogo está no nivel certo.


Enfim, Sonic CD é um representante digno da época aurea dos jogos do Ouriço. Pra você que nunca jogou, vale a pena dar uma chance para esse jogo. Se você já jogou, então sabe do que estou falando.

Plataforma: Sega CD, PC
Genero: Plataforma
Ano de lançamento: 1993
Produtora: Sega

Um comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails