domingo, 6 de novembro de 2011

Deep Web


  Nem tudo o que se vê, é o que se vê, já diria um ilusionista. Nem tudo, aliás, é para ser visto. E nem tudo está ao alcance de todos. E isso porque certas pessoas simplesmente não querem que você veja certas coisas. Simples assim, nenhum segredo, até aqui, na postagem.

A internet é, por sua vez, um espaço perfeito para compartilhar informação. Excetuando a possibilidade de você pesquisar por algum tema que seja censurado no seu país, estando munido de um computador com acesso a internet e um bom site de buscas, você pode encontrar uma infinidade delas, ali, livres para todos verem. Novamente, sem segredos.

Agora juntemos os pontos: E se você não quiser compartilhar a sua informação, e mesmo assim, por um motivo ou outro, precisar que elas estejam na internet? Você dá um jeito de ninguém encontrar. Até ai, óbvio também. Mas e se eu te disser que a quantidade de sites "escondidos", que mesmo o Google não consegue encontrar, é muito maior do que a internet normal, e que esse lado escondido da internet guarda coisas muito mais malucas do que diários de nerds adolescentes tímidos?

Pois essa internet oculta existe, é bem real, muito maior que a internet comum, está ai, debaixo do seu nariz, e pior, ela sabe muito mais sobre nós do que o contrário. É a Deep Web, ou Invisible Web, ou Darknet, ou outro nome qualquer que você queira usar, o lado oculto da internet, onde o grande público não chega, as autoridades parecem ficar de mãos amarradas e nada é estranho ou pertubador demais para ficar de fora.


Dando uma voltinha no palheiro.

Se você chegou até o nosso humilde blog pelo Google ou qualquer site ou serviço do tipo, primeiro devo lhe dar as boas vindas, e em seguida, constatar que ou estamos ficando famosinhos, ou você estava muito desesperado pra encontrar algo sobre o tema que pesquisou.

Em ambos os casos, isso só foi possível porque o blog foi feito justamente para ser encontrado por esses mecanismos de busca. Estamos na surface web, ou seja, na internet da superfície, de fácil acesso para todos. O problema é que, como o nome já diz, essa é apenas a camada mais superficial da internet. Existem várias outras, e quanto mais difícil o acesso, obviamente, mais confidencial a informação.

As primeiras camadas nem são tão underground assim. Qualquer blogueiro meia boca consegue facilmente tirar o seu site dos mecanismos de busca. Aliás, a maioria dos sites da internet está na Deep Web. E quando eu digo a maioria, eu quero dizer a maioria MESMO: Segundo especialistas, a Deep Web deve ser no mínimo 500 vezes maior do que a internet facilmente navegável. Não sei se você já parou pra pensar, mas tudo, desde o banco onde você guarda o seu dinheiro até o SUS, utiliza a internet para o armazenar e trocar informações sobre todos nós. E obviamente esses dados não podem aparecer na primeira página do Google. Em síntese: O Google pode te ajudar a achar uma agulha num palheiro. Explorar a Deep Web, no entanto, é como ter acesso a fazenda inteira...

E como é de se imaginar, não são apenas esses dados que “se escondem”. Na Deep Web, como em qualquer lugar, existem os dois lados da moeda, pessoas super bem intencionadas e também pessoas más. Pessoas muito más. Aliás, muitas pessoas muito más. Fazendo coisas bem piores do que você pode imaginar.

Pense comigo: Se na internet comum não é dificil encontrar sites com conteúdo chocante, as vezes revoltante, criminoso ou simplesmente doentio, o que dizer de uma forma anônima de compartilhar suas coisinhas, sejam elas fotos da sua gatinha de estimação brincando no quintal ou fotos de crianças peladas, vídeos caseiros dos gols que você perdeu na pelada do domingo pela manhã ou dos assassinatos que você cometeu, enfim, um lugar livre para você ser quem você realmente é, seja você uma pessoa boa ou um criminoso?

É isso o que acabou por fazer a “fama” da Deep Web. O espaço, que em sua maior parte, na verdade é um grande banco de dados guardando informações geralmente úteis e importantes para todos nós, que pode servir como uma enorme fonte de conhecimento praticamente infinito, confiável e atualizado, além, claro, de conter uma porrada de sites simplesmente inúteis ou pertencentes à pessoas que apenas não querem ser incomodadas por desconhecidos, acabou ficando conhecido como o lar online de seitas satanistas, organizações secretas, grupos de hackers, conspirações, tráfico de drogas, de órgãos, de pessoas, de animais, fóruns de pedofilia, canibalismo, psicopatas, contratação de assassinos de aluguel, enfim, tudo o que puder haver de ruim, no imaginário popular, estará lá.

Boatos dizem que existiria até mesmo uma espécie de “Ultimate Fighting Gladiator”, pela falta de um nome melhor: Um site onde pode-se assistir gladiadores modernos em lutas até a morte, as vezes contra animais. Porém, a lenda diz que o Pay-per-view, vamos dizer assim, dessas lutas, atinge cifras que só milionários podem pagar...


E o fato é que... Bem,algumas dessas afirmações (isso se não forem todas) não deixam de ser verdadeiras...

A curiosidade matou o gato

A reação da maioria das pessoas, quando ouvem falar da Deep Web, é de curiosidade. Todo mundo quer entrar e dar uma clicadinha, ver como é o negócio, procurar, quem sabe, algum grupo conspiratório ou simplesmente tentar descobrir até onde a mente humana pode ser insana.

Então, lá vão algumas dicas, caso você vá realmente dar uma fuçada. A primeira nem é uma dica, é um aviso: Não nos responsabilizamos pelas noites de sono que você perder, pelas informações pessoais (tais como senhas, por exemplo) que te forem roubadas, por uma eventual visita da Polícia Federal e nem por absolutamente NADA que aconteça com você quando você matar sua curiosidade. Aliás, sequer recomendamos que você faça isso, especialmente se não tiver um conhecimento realmente avançado em assuntos relacionados a computadores e afins (e se o assunto dessa postagem é uma novidade para você, isso é um ótimo sinal de que você não tem esse conhecimento). Condenamos também, desde já, quaisquer atividade potencialmente ilegais que você estiver pretendendo executar por lá, e nesse segundo caso, desejamos que sua tentativa seja frustrada e você seja preso muito antes de conseguir fazer seja lá o que for que estiver pensando em fazer.


Uma vez esclarecido esse ponto, aqui vão algumas precauções e dicas. A primeira é que embora existam na internet alguns buscadores que conseguem vasculhar as camadas mais superficiais da Deep Web, a maioria dos sites que você poderá usar para assustar seu irmão menor sequer vai abrir com um navegador comum. Você vai precisar de alguns programas específicos, entre eles, o mais famoso é o Tor, assim mesmo, sem h no meio.

Uma vez feito isso, cuidado: Na Deep Web as chances de você pegar um vírus são no mínimo 5 vezes maiores do que na internet comum. Ou seja, limpar seus dados pessoais é uma boa. Formatar seu PC antes e depois de usar, não seria nenhum exagero.

Outra é que, apesar do Tor já te esconder por si só, agir com cuidado nunca é demais. Se o negócio é anônimo, não parece fazer muito sentido que você entre lá, de cara limpa, dando bom dia à cavalos. Logo, se puder, use mais algum proxy além dos que o próprio Tor usará (proxy é um jeito de "mascarar" seu IP e manter a privacidade do seu PC). Lembre-se também de não acessar com o MSN ou outro tipo de programa que utilize a internet aberto, porque isso vai praticamente anular a sua camuflagem.

E lembre-se, principalmente, de utilizar algo que anda cada vez mais raro na sociedade: Bom senso. Como já foi dito, a Deep Web pode ser uma bela fonte de conhecimento, e uma ótima ferramenta, se usada com sabedoria. Como tudo no mundo, pode servir para o bem, ou para o mal. Depende de quem usa. Como diria o Capitão Planeta: “O poder é de vocês!”

10 comentários:

  1. Já dei umas voltas por lá, e um dos maiores problemas foi cair em sites pedófilos por acidente, isso mesmo! Raramente um site pedófilo vai dizer que ele é, por ex: "cp" que usam pra children porn eles camuflam como "captain planet" e bang, você acha que é um site bobinho, entra e dá de cara com coisas que vocês achava que nunca alguém teria coragem de fazer, o pior é que seu IP pode vazar quando você cai em um site desses sem querer, e aí amigo, explicar pra polícia que foi sem querer pode ser um pouco complicado... Ainda não tive problemas com vírus, mas toda vez que vou lá dou uma varrida no sistema inteiro com o antivírus depois. Mas existem os fóruns bacanas pra gente passar o tempo por lá, o mais bacana é que nos fóruns de lá o pessoal parece ser mais mente aberta pra debater sobre qualquer coisa, sem preconceitos, e mesmo estando por ali há pouco tempo já deu pra notar que ali ninguém julga ninguém, ou se alguém julga já é logo corrigido com um "lugar de julgar os outros é na surface não aqui!".

    Pensem bem antes de andar por ali, não é algo tão interessante assim, creio que a maioria dos sites por lá não são ilegais, mas que por certos motivos o dono preferiu não indexar, posso citar um site que contém o mais abrangente conteúdo sobre nazismo, com mapas dos campos de concentração e muitas imagens dos locais e explicação do que ocorria em cada local. Existem também sites de ciência, visitei um deles e não vi nada de mais, já o outro que vi era sobre experiências com humanos, assim que você entra nesse site você dá de cara com a frase "nem todos são iguais, alguns nascem superiores aos outros", o que já não é um bom sinal.

    Enfim, visitar a dw me deixou mais desconfiada, desconfio até da minha sombra, ter a real consciência do que o ser humano é capaz de fazer pode te deixar paranoico, principalmente depois de visitar sites gore, fóruns de assassinos e cair em sites com conteúdo pesado com imagens e vídeos de estupro e pedofilia.

    Se quiser matar a curiosidade existem comunidades do orkut que compartilham prints dos sites de lá, agora se você quer mesmo entrar é bom pensar um pouquinho, dw vicia, com o passar do tempo ler depoimentos de assassinos e pedófilos te deixa cada vez mais curioso pra entender a mente desse pessoal, e pode te deixar com muita raiva também.

    A dw não é tão macabra como alguns pintam, assim como diz o texto, muito bom diga-se de passagem, mas que existem sites de mercado negro: sim existem; sites com imagens de pedofilia: sim existem; fóruns em que só entram pessoas que mandam vídeos delas próprias cometendo um crime (geralmente estupro e assassinato): infelizmente existem; tutoriais que ensinam a arrombar portas, carros, a fazer laboratórios de drogas, a fabricar drogas, a cometer um crime perfeito e a preparar uma carnezinha humana para o jantar: existem aos montes.

    A dica é: pense bem, se é uma pessoa de estômago fraco e ainda sim quer dar uma visitinha dê um jeito de saber exatamente em que site você está entrando (e isso não é muito fácil de saber), ou apague de vez o nome deep web da sua cabeça e finja que nunca leu sobre isso.

    Passei um bom tempo sem vir aqui, parabéns de novo pelas suas postagens.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pelo feedback Sabrina! Seja sempre bem vinda

    ResponderExcluir
  3. A Deep Web é sinistra!
    Pelo que li no texto do Thales (muito bom), não é brincadeira...
    Prefiro as coisas limpas e objetivas.
    Pessoal,por que se aventurar em patamares desconhecidos? Aqui na Surface Web já temos todo o tipo de conteúdo, basta a nós selecioná-lo com seriedade e bom senso!

    Pretendo e quero continuar leigo a esse assunto, porque somente pessoas doentes poderiam participar com vídeos e testemunhos de suas próprias atrocidades.

    ResponderExcluir
  4. Olha, eu não recomendo vocês a entrarem na deep web, como a sabrina disse, tem muita coisa do mau, pedofilia, assassinos, e você pode acabar se dando mal ao entrar em sites com esse conteudo... e eu tambem acabei entrando em sites com nomes bobinhos que vc pode achar que apenas são blogs, mas que na vdd são de matadores de aluguel, estupros e etc

    ResponderExcluir
  5. A primeira vez que visito esse blog, tem umas postagens mt interessantes. Eu sou meio novo nesse assunto da deep web, mas eu queria acessa-la nao para ver sites de nazismo ou pedofilia, e sim para aprofundar meus conhecimentos. Cpmo a deep web possui assuntos que não podem vir ao púbiclo, lá ensinam, infelizmente, a arrombar carros, sequestrar pessoas e etc. Mas também ensinam técnicas de auto defesa, meios realmente eficazes de saber quando alguém está mentindo e outras coisas interessantes. Basta saber como navegar pela deep web e ela vai ser muito útil. Mas vc deve estar pensando, se pessoas que navegam na web convencional, tem acesso a essa informaçāo, como o governo não sabe disso? A resposta é simples, o governo sabe, e muitos dos sites da deep web sao mantidos por ele, por exemplo, o site do FBI, o que conseguimos acessar na web convencional é apenas uma fachada, o verdadeiro, está na deep web, com registros , informaçōes de pessoas, operaçōes e etc

    ResponderExcluir
  6. Tá com medo do que , deep web ? fbi ?
    hahahaha ,olha pessoal ,tenha um bom anti-virus ,um navegador anônimo
    um gerenciador de rede ,um firewall bem configurado e pronto
    vc pode entrar na deepweb sem medo !
    duvide e descubra tudo para se libertar !
    ver,, start o toh e dig ( http://ahmia.fi) entra na deepweb
    depois ,, http://kpvz7ki2v5agwt35.onion , boa sorte !

    ResponderExcluir
  7. Pessoal... tudo o que disseram que tem de 'bom' na deep web, vocês acham facilmente na web convencional, só procurar, se esse conteúdo que vocês falam fosse realmente legal, não precisaria tá num site feito para não ser encontrado convenionalmente oo.

    A verdade é que na deep web só tem gente que não quer se encontrada e gente que tá procurando coisas ilegais, sim, baixar músicas pirata, informações confidenciais, etc. =/

    ResponderExcluir
  8. cara, pela deep web vc consegue todo os livros do mundo, todas as musicas, de tudo um pouco, só achar pornografia, pedofilia, pessoas mortas e drogas que procura por isso, se vc quer coisa boa, vc acha.

    ResponderExcluir
  9. Interessante seria acessar uma fonte de conhecimento "mais madura" sem ser preciso se meter em algo ilícito ou de má fé.

    ResponderExcluir
  10. Sempre soube que algo mais rolava na web .E que agora existe essa tal deep web ,que para mim ,até hoje era desconhecida. Esse texto foi muito bem escrito e esclarecedor. Saber que o ser humano é capaz de coisas terríveis não é novidade ,mas expô-las em vez de ocultá-las é algo que ainda não consegui entender . Foi algo que de fato me fez pensar(essa tal deep web)e espero que de fato esteja sendo usada mais para o bem. Grande abraço.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails