sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Como surgem as histórias de vampiros?

Curiosidade de Halloween pra vocês.
Quando uma pessoa morre, o processo de decomposição depende muito do estado do corpo quando a pessoa morreu, do clima do local e do solo onde foi enterrada. Então alguns corpos podem passar anos sem se decompor.
Os músculos se contraem quando morremos, mas isso não é permanente. Depois de um tempo eles começam a relaxar e por isso é comum que os corpos mudem de posição dentro do caixão.
Mais que isso, a pele resseca, o que dá a impressão de que a barba cresceu. O cabelo pode crescer um pouco também. E as unhas não só realmente crescem (bastante), como se curvam, ganhando a aparência de garras.
Quando as pessoas abriam o caixão pra fazer a exumação e encontravam um corpo assim o susto era enorme, e então surgiam as histórias de vampiros e mortos vivos.
Pra piorar, a medida adotada era pregar uma estaca no coração do "vampiro", pra que ele nunca mais se levantasse. Isso fazia com que o corpo liberasse gases, o que quase sempre resultava num (A-P-A-V-O-R-A-N-T-E) suspiro, a "confirmação" de que o corpo estava mesmo vivo.
Cruzes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails