sábado, 21 de fevereiro de 2015

Por que tudo fica lento quando estamos em perigo?

Você está naquela ladeira descendo com a sua bicicleta como se fosse o Valentino Rossi quando de repente algum suicida pula na sua frente,  te dando um susto,  te fazendo perder o controle da bike e consequentemente te levando a eternizar seu sorriso no asfalto.
No caminho entre o banco da bike e o chão, no entanto, você vê tudo em câmera lenta.  Dá tempo de pensar o tradicional "me fodi",  xingar quem te fez perder o controle,  pensar na sua família,  fazer planos caso sobreviva,  ver o chão ficando maior e maior a medida que sua cara se aproxima dele e amaldiçoar Isaac Newton por ter "inventado"  a gravidade.
Mas como isso aconteceu?  Seria você um X-men?
Não. Essa ilusão tem uma razão que não precisa de genes mutantes pra acontecer.
Simplificando a explicação, o que acontece é que toda a adrenalina da situação estimula seu sistema nervoso de forma que o cérebro passa a processar mais cuidadosamente cada quadro que sua retina capta, de forma a tentar máximizar o tempo de reação e te ajudar a sair dessa.
Sim,  é a rigor a sua CPU dando um overclock de emergência pra processar cada FPS do game da sua vida, se você prefere ver as coisas do ponto de vista dos videogames (eu adoro)
E se você não joga games de computador e não sacou a analogia,  o que acontece não é que o tempo ficou mais lento pra você,  seu cérebro apenas ficou ligadaço e esta processando mais rápido o que acontece.
Esse efeito não precisa necessariamente estar atrelado a situações reais de vida ou morte.  Pilotos de Fórmula 1 geralmente ultrapassam outros carros "vendo em câmera lenta" .  Um jogador de futebol vendo a bola partir do seu pé em direção ao gol depois de cobrar um pênalti decisivo.  Ou mesmo um menino quase perdendo a última ficha no Street Fighter. Se a situação exigir o máximo dos seus reflexos é bem provável que o tempo dê aquela "seguradinha".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails