domingo, 26 de julho de 2015

A inteligência de Quake 3 Arena

Eu tenho uma teoria de que nada é inútil o suficiente pra que não haja um louco no mundo disposto a tentar.
Amigos, eu nunca deixo
meus amigos esquecerem do Quake 3 Arena, o jogo onde a gente ficava arrancando as cabeças uns dos outros no meu Dreamcast e pans.
Pois bem, um cara com tempo de sobra fez-se a si mesmo a seguinte pergunta: O que acontece se eu deixar esse jogo rodando sozinho, sem tempo limite? Ele criou um servidor, colocou o máximo de bots possível e saiu, deixando os bots lá se matando sozinhos.
Pois bem. 4 anos depois ele voltou pra ver o que tinha acontecido e... Os bots não estavam atirando mais uns nos outros! Estavam andando de boas sem atirar em nada. Os bots tinham meio que encontrado a paz! Emoticon confused_rev
Isso acontece porque a inteligência artificial do jogo sempre procura o melhor jeito de sobreviver o máximo de tempo possível, e inclusive registra estratégias que funcionaram pra usar depois, e descarta as que falharam. Com "infinitas" repetições, os bots começaram a ver que era melhor não atirar em quem não atirava neles... Até chegar um ponto onde ninguém atirava em ninguém. Emoticon confused_rev
Ah, quando o cara que fez o teste deu o primeiro tiro, todos os bots se voltaram contra ele na hora e o coitado virou uma espécie de leitão numa jaula de leões famintos.
Uma das experiências mais bizarras que já fizeram num jogo de tiro, mas curioso, e realmente impressionante do ponto de vista técnico. Sempre achei aqueles bots muito malandrinhos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails