quinta-feira, 11 de março de 2010

Prazer, sou o Fone de Ouvido...

Na historia da humanidade, dois caras definitivamente não sabiam o que estavam fazendo:

1- O cara que disse que o mundo era um lugar livre, e não explicou que essa liberdade termina onde começa a dos outros.
2- O cara que teve a idéia de incluir um MP3 player e um alto falante no celular.

Ou, no mínimo, um não sabia da existencia do outro. Se soubessem, teriam evitado uma das maiores pragas, um dos maiores dilemas da humanidade atualmente, muito mais caótica que as mudanças climáticas que a mídia tanto fala: Os infelizes que ouvem musica alta no celular em público.



Lá está você: Tranquilo, olhando pela janela, pensativo, aproveitando o passeio, que nem sempre é dos mais agradáveis (quem já andou no trem de São Paulo as 5 da tarde sabe do que estou falando).
Você se desliga. Esquece de tudo. O tempo para. E nesse exato momento onde você atinge a concentração maxima, passa a um estágio de transcendência, fica completamente desprevinido...
NOVINHAAAAAAA... Vê se não mexe COMIGOOOOO

Os malditos celulares que tocam música. Cada dia mais diversos, cada dia mais potentes, cada dia mais acessíveis ao grande público, cada dia mais insuportáveis.
 O cidadão nunca parece ficar contente ao comprar seu MP373465². Ele tem que mostrar a todos. E tem que faze-lo em espaços públicos, mostrar para os ilustres desconhecidos que seu celular é capaz de tocar música muito alto.

 E você acha que eles se importam com as outras pessoas e seus diferentes gostos pessoais? Claro que não.
 O mais provável é que esses seres tenham em sua mente a convicção de que todo mundo gosta do funk "Proibidão" ou qualquer outra porcaria música que eles tenham em seus micro-sd's.
  Em seu entendimento do mundo, eles acreditam que estão prestando um favor a sociedade, ao "animarem" as tediosas viagens no transporte público.

 Aqui cabe a citação de que os grandes chatos da historia da humanidade sempre acharam que eram dotados de um grande carisma.

  Esse é um comportamento que os estudiosos apelidaram de "Síndrome do pau pequeno". Do cidadão que precisa, a todo custo, aparecer, talvez para compensar qualquer outro tipo de complexo. Ele tem que se reafirmar constantemente, já que nem ele próprio confia em si mesmo. E para isso, ele não mede esforços, e não se sente nem um pouco constrangido ao andar pela cidade como se fosse um trio-elétrico humano.

  O mais revoltante, é que 10 em cada 10 aparelhos de celular hoje em dia vem com fones de ouvido. Não existe mais a velha desculpa (do tempo do V3): "Não tenho os fones...".
 Lembrando ainda que existe uma lei que proíbe essa prática...
 Mas não adianta. Poderiam colocar metralhadoras que disparassem contra qualquer aparelho eletrônico que emitisse ruidos em lugares públicos, que ainda teriam uns "cabra machos" que as desafiariam...

 Só existe, infelizmente, uma única solução: Além dos fones de ouvido, as empresas deveriam colocar outra coisa na caixa de seus aparelhos:
 Bom senso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails