quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Mamãe Noel: A nova face da esposa do bom velhinho

  Hohoho. Feliz Natal. E seria nessa hora que começariam a tocar aquelas musiquinhas, a piscar aquelas luzinhas e um cara gordo e barbudo entraria aqui, enquanto as crianças fazem fila para sentar no seu colo.
Tudo bem, eu entendo. O Natal é uma época de alegria, onde as pessoas pregam o amor, a caridade, a irmandade e todo o tipo de coisas que deveriam ser prioridade durante o ano inteiro... Mas, é inegável que essa é uma das datas mais esperadas do ano pela imensa maioria das pessoas. Isso se não for a mais esperada.

Como já estamos no clima natalino, nada melhor do que falar sobre um de seus grandes ícones. Natal lembra o nascimento de Jesus Cristo. Mas não é sobre ele a postagem. Lembra também peru assado. Mas não é sobre eles a postagem. E também não é sobre o melhor amigo das lojas nesse final de ano, que falaremos, ou seja, fica para a próxima, Papai Noel. Vamos falar de algo bem próximo dele, no entanto. Com vocês, Mrs Santa Claus. Mais conhecida como Mamãe Noel.


Nem a pau, Nicolau!

São Nicolau foi um santo meio atípico. Isso porque ele nasceu rico. E santos, normalmente, costumam ser pessoas humildes desde pequenos. Mas São Nicolau não era, de nenhuma forma, mesquinho ou apegado a dinheiro. E foi justamente sua fama de generoso que o transformou em um dos personagens mais importantes e famosos de todos os tempos: Santa Claus, conhecido por aqui como Papai Noel (Noel significa Natal, em Francês). Nicolau inclusive doou toda a sua fortuna assim que seus pais morreram. E se tornou bispo aos 18 anos.


Ou seja, o verdadeiro Papai Noel, pelo menos na teoria, jamais casou-se. Foram muitos séculos depois, quando São Nicolau já era bem menos famoso do que o personagem inspirado nele, é que alguém teve a ideia de acabar com a solidão do bom velhinho e criar uma companheira para ele. Eis que entra em cena, ela, Mamãe Noel!


A boa velhinha

Mamãe Noel sempre foi retratada como uma senhora corpulenta, de cabelos brancos, e muito bondosa. O exato equivalente feminino do Papai Noel. Sua função costuma ser auxiliar na criação dos brinquedos, fazer biscoitos para encher a barriga avantajada do seu marido e supervisionar os duendes. Ou seja, papeis que, na época, esperava-se que uma mulher fizesse no caso de ser casada com o Papai Noel. Atualmente, no entanto, convencionou-se a usar uma imagem de uma Mamãe Noel “um pouco” mais sexy, porém, basicamente com as mesmas tarefas da original. Entretanto, com o passar dos anos, Mamãe Noel vem ganhando cada vez mais um pouco de, como vamos dizer?  Atitude. Essa é a palavra.
Antes renegada as sombras do Papai Noel, agora a boa velhinha vem ganhando cada vez mais espaço na mídia e na cultura popular. Já tem até perfil no Twitter, que você pode conferir clicando aqui 

Nos tempos recentes, Mamãe Noel vem ganhando cada vez mais “independência”, como as mulheres, em geral. Muitas vezes ela é retratada como uma mulher cheia de personalidade, e o Papai Noel é quem fica em uma condição de subjetividade. Sabe a esposa que, se deixar, bate no marido bobão? Então, é mais ou menos isso...

Nas histórias onde Mamãe Noel aparece, ela raramente sai para entregar presentes junto com o seu marido. Porém, isso não é a coisa mais rara que pode acontecer quando essa mulher entra em cena...

O Bebê Noel

Como se uma esposa não bastasse, alguém teve a idéia de dar ao Papai Noel uma surpresinha ainda maior, embora, fisicamente, muito menor: Um filho! A idéia não poderia ter surgido em um lugar mais apropriado: Foi em uma encenação de Natal em um hospício de Nova Iorque, em 1854. Quando Mamãe Noel apareceu, ela não estava sozinha: Trazia um bebê nos braços!! A idéia, entretanto, não pegou, para o bem de musiquinhas natalinas como aquela que diz “Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel...”.

Mamãe Noel, embora originalmente relegada ao papel de apenas mais um dos acessórios do Papai Noel, vem ganhando cada vez um espaço maior, a cada ano que passa. Hoje é imprescindível que os Shopping Centers das grandes cidades tenham uma Mamãe Noel, além de um Papai Noel, nessa época do ano. Claro, a aparência dessas Mamães tendem a chamar muito mais a atenção dos pais, do que dos filhos... Mas já é um avanço. Avanço esse que outros ajudantes do bom velhinho, como os Duendes ou mesmo o Rudolph (a famosa rena que além de puxar o trenó, tem o nariz brilhante que Papai Noel improvisa como farol), jamais poderão alcançar...
Vida longa para a Mamãe Noel!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails