sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Mondex


Aaaaaah... As conspirações!!
Divertidas, intrigantes, curiosas, quase todo mundo gosta delas. Eu mesmo gosto, sou capaz de passar horas lendo ou vendo na TV como somos meras marionetes manipuladas por uma organização secreta que pretende colocar o mundo sob o seu próprio poder ou pior, sob o poder do mal!

Ler essas coisas pode ser um passatempo bastante divertido desde que você tenha em mente o que é plausível (quase nada) e o que é papo furado (quase tudo).

Dia desses, comentando sobre ocultismo e coisas do tipo com uma amiga minha, ela veio me falar sobre um tal de “Mondex”. Eu já tinha ouvido falar nessa paradinha (devo ter recebido um bilhão de e-mails disso), mas não achei que alguém levasse a sério. Bom, uma rápida pesquisada no Google e foi fácil notar que sim, muita gente leva a sério.

Como me considero um sujeito racional (bom, na verdade, não muito), rapidamente pude concluir que estava sendo manipulado pelos governantes vendidos ao anticristo e agora estou livre desse sistema de dominação das trevas. Não, eu não concluí isso.
Concluí que muita gente acredita em papo furado. E nesse texto eu vou mostrar o quanto esse papo de Mondex é história pra boi dormir.


Aceita Mondex?

Se você nunca teve um email ou não tem ninguém informado no seu circulo de amizades, pode ser que não saiba o que é o Mondex. Bom, segundo a MasterCard,  empresa dona da marca, Mondex é a tecnologia usada nos seus Smartcards, nada mais que o nome de um sistema de cartões eletrônicos.

Mas eles (a Mastercard) são parte do sistema e nós sabemos a verdade! O Mondex na verdade é um chip do tamanho de um grão de arroz, desenvolvido pela Motorola (será que vem com Android?) em parceria com a Visa e MasterCard (essa parceria por si só já é um belo sinal da presença do Tinhoso) para abolir a necessidade de documentos e dinheiro. Aliás, ele seria capaz de monitorar você inteirinho, inclusive te avisando quando tomar os remédios ou que você está prestes a ter um infarto. 

O danado
O Biochip teria sido desenvolvido pelo famoso Doutor Carl W. Sanders, mas não se engane, apesar de prometer ser uma coisa maravilhosa, esse chip não é do bem, não! Ele é do mal! Ele é a marca da besta descrita na Bíblia! Quer uma prova? Vamos citar uma bastante direta: Segundo as pesquisas do Dr Carl, o chip só poderia ser implantado na testa ou na mão direita para funcionar  – exatamente os lugares onde a marca da besta deverá aparecer...
Ninguém terá a opção de dizer não. O Mondex substituirá muitas coisas na sua vida e sem ele, você nunca mais poderá comprar nem vender nada. Aliás, será considerado um fora da lei e a punido com a morte.

Já foram gastos bilhões na produção de Mondex e alguns países já o utilizam. Ao passo que muitos empresários o utilizam simplesmente como mecanismo anti sequestro, pasme, nos EUA, o Mondex JÁ É LEI!

Agora que você sabe o que é o Mondex, vamos ver o que está errado nessa conversa.

Doctor Who?

Pra começo de conversa, podem ficar tranquilos, não existe nenhum Dr. Carl W. Sanders, ou pelo menos, nenhum que seja realmente um cientista renomado. Por mais bizarro que pareça, realmente apareceu, alguns anos atrás, um homem que se apresentava assim e dizia ter sido o inventor do Mondex, mas não tardou para que ele fosse desmentido – O homem em questão não apenas não era um doutor, como sequer havia se graduado no COLÉGIO – não passava de um charlatão querendo fama imediata. Fora ele, o único Carl Sanders famoso é o ex-governador da Geórgia nos anos 60.

Vamos agora falar do Mondex propriamente dito. Olha, eu não sei vocês, mas eu sinceramente não gostaria de ter, preso na minha mão, um chip que não apenas equivalesse a minha identidade, como também, a todo o meu patrimônio. Pensem bem: Pessoas chegam a roubar dentes de ouro! Porque um sequestrador ou um bandido não enfiaria uma faca na sua mão pra arrancar o seu Mondex? E não adianta falarem que é de difícil remoção: Dê uma faca ou um serra pra uma pessoa suficientemente violenta e ela pode arrancar qualquer coisa do seu corpo. Não somos tartarugas e não temos grandes defesas naturais, especialmente nas mãos, onde os ossos e músculos são pequenos e frágeis.

Falando em sequestros, não, o chip anti sequestro utilizado por empresários não é o Mondex. Há várias opções de chips assim, os preços costumam girar em torno de US$ 4 mil e eles são até que populares em países com altas taxas de sequestro, como o México por exemplo.

Lhes faço agora uma sutil pergunta: Por que a mão direita e a testa? O que a mão direita tem que a esquerda não tenha? Não faz sentido algum e não tem nenhuma explicação lógica, exceto alguém forçando para que se pareça com o que está na Bíblia. As únicas coisas que me recordo fazer alguma diferença de acordo com as mãos que colocamos são alianças – e as diferenças não tem nada a ver com as mãos, tem a ver com um costume, algo cultural.

Pior é a testa! Como assim a testa, meu povo? Cá entre nós, você consegue se imaginar na entrada de um jogo de futebol, colocando a testa na catraca pra entrar na partida? Ou pior, na catraca do metrô, em horário de pico? Ou PIOR, no balcão da casa de swing pra pagar a bebida? Não, eu não recomendo usar sua testa pra pagar nada. N-A-D-A (mas quero deixar claro que a testa é sua e você faz com ela o que quiser).

Aliás, se o Mondex é algo que está sendo feito por uma empresa séria como a Motorola, e foram gastas cifras tão grandes com pesquisas, eu adoraria ver os artigos dessas pesquisas que certamente teriam que ser publicados em revistas científicas específicas. Alguém? Não? Ninguém? Nadie? No one?

Já que levantei a questão da localização do “artefato”, devemos levar em conta que o chip tem, supostamente, 7mm de comprimento por 0.75mm de largura. Algo tão pequeno pode muito bem se soltar e começar a passear pelo seu corpo. Agora imagine que o seu Mondex (na testa) comece um tour pela sua cabeça: Chegará o dia que você vai espirrar e... ploft, olha o seu Mondex voando com o seu ranho! Ok, mesmo que isso não acontecesse, eu não gostaria de ter um objeto passeando pela minha cabeça. Nem pelo meu braço. Nem por lugar nenhum do meu corpo, sai pra lá!

Há ainda de se levar em conta o cenário atual do mundo em que vivemos. Pra quê você precisa de um chip se você pode ser identificado pelas suas digitais, pela sua retina, pelo padrão das veias na sua mão, pelo seu DNA...? Alguns bancos já usam sistemas assim, e mesmo que você ache que pagar o sorvete apenas com o seu polegar não seja algo legal por qualquer motivo, você já pode pagar com o seu celular – não necessariamente um Motorola.

Lei de Gerson?

Esse negócio de Mondex roda os e-mails fazem muitos anos. Muitos mesmo. Tempo o suficiente para surgirem uma porrada de tecnologias que fazem o Mondex parecer simplesmente desnecessário e inútil (o que, por si só, detonaria os planos do Capeta). E o email continua dizendo para ficarmos alertas porque, dentro de um ou dois anos, a terrível dominação do Mondex  tomará proporções globais.

Sobre ser lei nos EUA, amigos, é legal podermos ler e ver muitas coisas diferentes na internet, mas é mais legal ainda refletirmos pelo menos um pouco depois sobre o que vemos. Vamos ser sensatos: Quer dizer que o Obama assinou uma lei pra entregar todos os cidadãos da nação mais influente do ocidente nas mãos do Capeta e só quem fala nisso são uns espertões (sem fonte, sem nome, sem credibilidade nenhuma) da Internet?

Ou seja, nenhum, simplesmente nenhum grande portal ou nenhuma fonte de informação com o mínimo de credibilidade jamais desconfiou de uma lei para implantar um chip em todas as pessoas de um país como os EUA?

Não. Assim como a comunidade cristã dos EUA, que é enorme (uma novidade pra muitos, mas não, os EUA não se trata de um país de bruxos hereges satanistas  que só pensam em fazer o mal aos outros povos) também não esboçou nenhum tipo de reação. E pode acreditar, os EUA tem uma legião de velhinhas dispostas a largar suas bengalas em favor de metralhadoras no caso de uma lei nesses moldes ser aprovada. Se fosse verdade, estaríamos vendo uma espécie de guerra santa.

E no texto não há qualquer menção de qual lei seria essa. Apenas dizem que ela foi aprovada, sem dar nome aos bois, sem dizer o número da lei, ou mesmo a data de aprovação. E o motivo é simples: Tal lei não existe.

Uma curiosidade: Há evidências de que essa corrente tenha surgido no Brasil e depois se espalhado pelo mundo (ééééé do Brasil sil sil!). Mas é claro que a pessoa que escreveu não deve morar em uma cidade perdida pelo sertão do nosso país, onde nem eletricidade chegou ainda. Afinal, o Mondex será implantado no mundo todo. Vai destoar da triste realidade onde muitas vezes a impressão é que até comida é uma novidade pra muitos povos.

Pela internet, tem muito mais coisa sobre o tal Mondex. Há até um suposto comercial do aparelho... Eu sinceramente não sei de onde tiraram esse comercial, por quem ele foi feito ou qualquer explicação pra ele. Vou deixar como combustível pra quem preferir acreditar que eu sou um manipulado pelo sistema. Talvez eu seja. Ou talvez, quem acredita nisso é que esteja sendo manipulado... 

2 comentários:

  1. http://youtu.be/S7Ih3K9l5sc OLHE LA E RESPONDA: COMO BOB É AVISADO EM TOMAR O REMEDIO?
    C VC NÃO TIVER A RESPOSTA EU TENHO jms1981@ig.com.br
    ou face JOEL MENDES DOS SANTOS DE JABOTICABAL .
    COM MUITO PRAZER RESPONDEREI A QUALQUER PERGUNTA DE QUEM QUIZER , PORQUE SÓ QUEM CONHECE PODE RESPONDER!
    AGARDO!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. cada coiza q invento neesse mundo q idiotisse tah serto esse q escreveu esse texto
    !!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails