quinta-feira, 4 de março de 2010

As 7 Maravilhas Paulistanas.

Em épocas passadas, o poeta Antipátro de Sídon, eternizou-se ao eleger em um de seus poemas as 7 maravilhas do mundo. Ao longo dos anos, conforme maravilhas foram criadas e destruidas, a lista foi modificada de acordo com seu tempo. Assim, existem as maravilhas do mundo antigo (essas de Antipátro), as do Mundo Moderno e as recém eleitas 7 Novas Maravilhas do Mundo.

Partindo disso, vem a ideia: Por que não escolher as 7 maravilhas da cidade de São Paulo? Por que não podemos ver São Paulo como um mundo, com suas particularidades, suas belezas, e assim eleger suas maravilhas?

As maravilhas foram escolhidas da forma original: Nada de pesquisas, nada de democracia. Daria muuuito trabalho, especialmente para um blog pequeno e pouco lido como esse. Já não será facil apontá-las, mas vamos tentar. Com vocês, as 7 Maravilhas Paulistanas!


Edificio Copan
"A imagem da São Paulo moderna".


É basicamente um outro mundo dentro do mundo. Uma cidade vertical. Uma arquitetura abusada que passa a impressão de movimento. Fruto da mente do incansável Oscar Niemeyer ainda na década de 50, Copan chama a atenção no movimentado centro de São Paulo, tanto pelo seu design diferente (com curvas bem definidas, bem ao gosto de Niemeyer), quanto pelo seu porte e até mesmo pela quantidade de familias que lá vivem (é o maior edificio residencial da América Latina).

Curiosidade: Embora Oscar Niemeyer negue com todas as forças que essa tenha sido sua intenção, muitas pessoas dizem que ao criar o edificio, ele baseou-se na bandeira do estado de SP. Consegue ver a semelhança?


Estádio do Morumbi
"A primeira vez que você vê, é até dificil acreditar que possa existir algo desse tamanho!"


A frase de Rogério Ceni define bem o que é o Morumbi: Gigante. Construido para ser o maior estádio particular do mundo (permaneceu nesse posto por muitos anos, hoje em dia é o 8°), levou 16 anos para ficar completo, passando por inúmeras reformas de lá para cá (reformas essas que acarretaram na diminuição de sua capacidade de publico, de 120 mil para 80 mil pessoas em jogos de futebol), afim de moderniza-lo e melhorar o conforto. A maior de suas reformas está em andamento, e espera-se que sejam corrigindos todos os seus pontos fracos (como por exemplo, o problema com o acesso aos entornos do estádio ou a falta de uma cobertura).

Curiosidade: Não gosta de futebol? Tudo bem. Franz Ferdinand, Madonna, Metallica, Michael Jackson, Queen, U2, Linkin Park, Beyonce e Paul McCartney foram apenas algumas das personalidades que já cantaram no estádio...

Parque do Ibirapuera
"São Paulo precisava de algo assim no seu quarto centenário"


A máxima que ecoava na mídia na época da inauguração do parque reflete a pura realidade: São Paulo estava realmente precisando desse presente.
O terreno alagadiço e feio, que parecia não ter muita serventia, tornou-se o parque mais belo da cidade, o 2° maior (menor apenas que o Parque do Carmo), e um grande centro cultural onde ocorrem eventos de todos os tipos, para todos os gostos.
O paulistano que ainda não reservou no mínimo uma tarde para aproveitar no parque, não faz ideia do que está perdendo.

Curiosidade: A região alagadiça Ibirapuera (ypi-ra-ouêra) significa "pau podre" ou "árvore apodrecida" na lingua tupi.


Ponte Estaiada
"Não precisava essa estrutura toda para atravessar um rio tão estreito."


Realmente, pra quem vê pela primeira vez, parece um exagero. A ponte que passa sobre o Rio Pinheiros rouba a cena na movimentada avenida Marginal Pinheiros, rouba a cena durante o dia, rouba a cena durante a noite, rouba a cena durante o jornal "SP TV", enfim, rouba todas as cenas. E é por isso que sua construção valeu a pena.
A mais recente das maravilhas aqui citadas (foi inaugurada em maio de 2008), é para muitos a mais bonita, tendo se tornado um dos principais pontos turisticos da cidade tão logo foi inaugurada.

Curiosidade: É a unica ponte estaiada do mundo com duas pistas em curva conectadas a um mesmo mastro.


Estação da Luz
"A principal referência para acertar os relógios da cidade"


A maioria dos paulistanos que passam pela estação da luz, raramente ou nunca observam seus encantos. Desde a arquitetura que reflete com perfeição a época em que foi construida (a atual foi construida quase 100 anos atrás, em 1901, plena época da expansão do café, no lugar da antiga estação da Luz, de 1867), até o seu expresso turístico ou o museu da lingua portuguesa (dois passeios bem legais, por sinal), passando pelo seu historico relógio, tudo parece ser sufocado pela correria e pelo estresse de uma das mais importantes estações de trem / metrô do Brasil. Mas está lá. Que tal observar melhor?

Curiosidade: Além da arquitetura arrojada, a estação "esconde" diversas obras de arte espalhadas por toda parte, cujo a maioria acaba ficando em segundo plano diante das centenas de pessoas que caminham entre elas. Uma bala para quem souber apontar onde ficam as pinturas do Saci e da Mula Sem Cabeça...

Edifício Altino Arantes
"A visão mais bela da cidade"


Ao contrario do que o senso comum prega, ele não é mais o edificio mais alto de São Paulo (hoje em dia é o 3°). Mas isso não muda o fato de que a vista do topo de sua torre, no 34° andar, 161,22 metros acima do solo, cuja visão panorâmica alcança mais de 40 quilômetros dali, é simplesmente de tirar o fôlego (a visita ao topo do prédio para apreciar essa visão magnífica é aberta ao público e gratuita, aliás). Construido sob inspiração do Nova Iorquino Empire State Building, o prédio passou por algumas alterações desde sua inauguração até os dias de hoje, ganhando melhorias na iluminação, segurança, e um museu, porém, sempre mantendo o espirito e as principais caracteristicas da obra original.
Além da privilegiada cena visível do topo da construção, destaca-se ainda o capricho e luxo vistos dentro do edifício, como por exemplo um lustre de 3 metros de altura e 1,5 tonelada, que foi instalado no hall de entrada do edifício. Tal peça conta como 150 lâmpadas e cerca de dez mil acessórios de cristal.

Curiosidade: Na época de sua inauguração, foi considerado a maior estrutura de concreto armado do mundo, uma vez que outros prédios maiores, como o próprio Empire State Building, o maior edifício do mundo na época, eram construções de estrutura metálica ou mistas de metal e concreto.

Avenida Paulista
"Será Avenida Paulista, em homenagem aos Paulistas!"

O simbolo máximo de São Paulo. Beleza. Status. Poder. Cultura. Entretenimento. Tudo pode ser resumido assim: Avenida Paulista.
A máxima da cidade, "Non Ducor, Duco" ("Não sou conduzido, conduzo"), se enquadra perfeitamente na avenida, que é o grande centro econômico da América Latina. 
Mas não é apenas em importância que ela se destaca. A gigantesca e larga avenida é dona de uma beleza ímpar, com uma organização e limpeza pouco vistas em São Paulo, além das diversas construções belíssimas que estão distribuidas por toda sua extensão, partindo de prédios extritamente comerciais, até centros culturais como o Masp, que por si só já poderia figurar nessa lista, caso não fizesse parte de um contexto maior. Um passeio atento aos detalhes da avenida pode revelar belas surpresas mesmo aos moradores mais antigos.
A avenida também abriga diversas festas, paradas, eventos, comemorações diversas e shows, tornando-se também um dos principais "points" da cidade. 

 Curiosidade:   Com 200 mil moradores, se fosse uma cidade, a Avenida Paulista estaria entre as 150 maiores do pais.

3 comentários:

  1. Perfeita! Amo ser paulistana *-*

    ResponderExcluir
  2. Eu simplesmente AMEEEEEEEEEEEEI este post!
    Eu amo essa cidade e apesar dos pesares, tudo que tem nela.
    E vc escolheu mto bem este itens!

    Parabéns!
    Post tá mto mto mto mto mto mto bom mesmo!


    Beijos

    ResponderExcluir
  3. concordo com todas, mas em breve a 8ª maravilha ira ser erguida em Itaquera!!! Que ira ateh superar essa 2ª citada!!!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails