segunda-feira, 15 de março de 2010

Organizando uma sociedade sem polegares

 Seres humanos são arrogantes. Apenas por conseguirem se expressar com palavras e símbolos, acham que são os únicos do planeta a fazer uma porção de coisas que são extremamente corriqueiras. Entre essas, cito a habilidade de se organizar em grupos sociais bem definidos, com hierarquias a serem respeitadas, que podem ser contestadas pelos seus membros.
 Isso vai além de “civilizações” como formigas e abelhas, em que quem nasce pra operária, morrem assim e só sabe fazer isso na vida. São como se fossem programadas para exercer tal função no grupo. Vai muito além.


 Num momento “Animal Planet” de sua existência, o blog vai tratar sobre uma das “sociedades” mais interessantes da terra: Os lobos. Animais surpreendentes cuja organização não deve ser muito diferente da organização dos humanos nos tempos anteriores ao desenvolvimento da fala. O texto ainda deverá te ajudar a compreender melhor o seu cão, que na pratica é um lobo domesticado, e assim interagir mais adequadamente com ele.

 Divirta-se e prepare-se para algumas surpresas...


Alpha & Omega

 Todos têm um chefe. Você tem um chefe. Seu chefe tem um chefe. Eu tenho um chefe. E os lobos também têm um chefe. Um? Dois, na verdade.
 Sabe aquele ditado que diz que por trás de um grande homem existe uma grande mulher? Pois então, por trás de um grande lobo, existe uma grande loba.
 Normalmente, as alcatéias são dominadas pelo casal mais forte, denominado casal Alpha. São eles que mandam, são eles que decidem tudo, desde quem atacar, quando atacar, como atacar, passando por coisas mais simples, como por exemplo, quem vai ficar de guarda ou não. Fora outros privilégios, como por exemplo, o direito de acasalar
  Existe então uma escala de hierarquia, com varias classes. O mais baixo da escala é denominado Omega. Ele não tem muitos direitos, e entre todos os membros, é o único pelo qual os outros não se preocupam tanto.
   
  Qualquer um pode tomar o lugar do outro na escala, a qualquer momento. Basta propor um desafio e vencer. Simples assim. O que não quer dizer que seja necessariamente fácil...



 Força bruta não vence batalhas. Estratégias vencem batalhas.

  Cabe ao casal dominante também a tarefa de escolher a estratégia mais adequada para conseguir a comida. E essas estratégias são bem mais complexas do que o clássico “A gente escolhe um e todo mundo cai matando”.
  Tal como um verdadeiro exército, cada um tem sua função definida desde o começo, de acordo com a sua especialidade, para evitar ao máximo os riscos de ter baixas no confronto (visto que muitas vezes a presa tem mais que o dobro do tamanho de um lobo). Entre outros, há os velocistas, os que cercam, os que direcionam, os que atraem a presa para a emboscada, e claro, os que dão o golpe fatal. 
 São extremamente pacientes e tem na resistência seu ponto forte. Por conta disso, eles agem com cautela, normalmente vencendo a vitima pelo cansaço. Uma única caçada pode levar dias. Já se imaginou sendo perseguido por lobos famintos e incansáveis por dias? Deve ser um pesadelo...
 
  Uma vez abatida, a presa não vira o almoço instantaneamente. Não para todos. O casal Alpha determina então as prioridades: Quem vai comer primeiro.
  Normalmente, a ordem é a seguinte: Primeiro os filhotes, depois os lideres, e então os outros membros da alcatéia podem comer.


   
  Cada um no seu quadrado

  Você acha ridículas essas guerras por terras? Lobos não. Cada alcatéia tem o seu próprio território, demarcado através do cheiro e de marcas de garras nas arvores, que pode chegar a abranger centenas de Km². E se um lobo passa para a área de uma alcatéia vizinha...
   Exatamente como você imaginou: Funciona como uma declaração de guerra. Eles lutam pelo controle da área, em batalhas realmente assustadoras. Chegam inclusive a armar estratégias baseando-se em usar prisioneiros como iscas...

 

  Cão que ladra...

  Não é apenas nas caçadas que os lobos cooperam entre si. Eles o fazem para tudo, desde cuidar das “crianças”, até funções como vigia. Isso explica um dos pontos mais famosos do comportamento dos cães domésticos: O ditado que diz que cachorro que late não morde.
  Latir para avisar seus parceiros não faz parte das atribuições de um lobo alpha. E ele dificilmente o fará. Enquanto que os membros mais baixos geralmente latem para avisar o resto do grupo que o perigo está proximo, e de quebra assustar o adversário. O que isso significa na pratica? Um lobo ou cão que late desesperadamente, via de regra, está assustado e clamando por ajuda. Um que apenas te encara com expressão séria, tem plena convicção de que pode te matar...


  Você me desculpa?

 Lobos Omega não são de todo inúteis dentro da alcatéia. Alias, são bastante importantes, já que normalmente são eles que iniciam as brincadeiras, que quebram o clima serio e criam um momento de lazer necessário aos outros lobos.
 Falando nisso, observando essas brincadeiras que os cientistas descobriram uma capacidade bem peculiar nos lobos: Eles se arrependem.
 Se um lobo fizer algo que prejudica um companheiro ou o grupo como um todo (por exemplo, machucar alguém sem querer durante uma brincadeira), ele fará de tudo para demonstrar que sente muito, e tentará ainda se redimir mais tarde (guardando um pouco da sua parte da comida para dividir com o prejudicado, por exemplo).

  Todos saúdam o rei!

 É fácil identificar quem é quem na hierarquia de uma alcatéia. Basicamente, o casal alpha mantém uma postura mais imponente, com a cabeça e o rabo levantados o tempo todo. Membros de uma classe inferior costumam abaixar as orelhas e colocar o rabinho entre as pernas na presença dos seus superiores.
  Quem está numa posição de hierarquia inferior costuma ainda cumprimentar o seu superior com lambidas no focinho. Se o seu cachorro faz isso com você, é porque ele aceita e entende que você está no comando.

  Lobo ou cachorro?

   Se você tem um cachorro, provavelmente pensou algo do tipo “meu cachorro também faz isso...” ao ler algumas coisas do texto. E isso tem um motivo:
 Embora ainda cause controvérsia sobre como isso aconteceu (ação do homem ou algo que teria acontecido naturalmente?), não há mais duvidas entre a comunidade cientifica de que o lobo e o cão são basicamente o mesmo animal. O cão doméstico é apenas uma subespécie do lobo, assim como o Lobo Cinzento, o Lobo Europeu, o Lobo Asiático...
  Já a variedade de formas dos cães, que fazem algumas raças não lembrarem em absolutamente nada um lobo selvagem, foi mesmo causada pelo homem, que durante séculos cruzou animais com determinadas características, afim de conseguir resultados planejados (por exemplo, cruzaram lobos pequenos, e depois os filhotes desses lobos pequenos, e assim por diante, até chegarem aos Pinchers atuais). 

 Entretanto, os instintos principais de comportamento dos lobos não pôde ser retirado.
 Seu cão não te protege por que gosta de você, e sim por que ele sente que tem que proteger a alcatéia. Ele não tenta lamber seu rosto por que te ama, e sim por que ele aceita que você é quem manda. E ele não late no meio da madrugada pra te irritar, e sim pra te avisar que algo não está saindo como o planejado.

  Entender isso pode ser fundamental no convívio entre cão e dono. Por exemplo, em brincadeiras que envolvem força, não é aconselhável deixar seu cão vencer sob hipótese alguma: Ele pode resolver proclamar o titulo de alpha da alcatéia. Acredite: Acidentes causados por esse descuido são muito freqüentes.

 Uma situação interessante aconteceu numa reserva florestal em Goiás: As pessoas abandonavam muitos cães no entorno da reserva. Com o tempo, os cães se uniram. Aprenderam a caçar na reserva. Seus filhotes já nasceram na natureza, sem nenhum convívio com os humanos e nenhum traço de domesticação. Algumas gerações de cães depois e agora eles são a espécie top da cadeia alimentar da região: Agem como legítimos lobos, com todos os comportamentos citados aqui fielmente reproduzidos. Mantiveram apenas a aparência de vira-latas...


 Bem, agora chega. O blog ainda não vai se tornar um concorrente do Discovery Channel, e muito menos servir como fonte para o seu trabalho de escola (embora esse texto possa ajudar).
 Esperamos que você tenha gostado das curiosidades e se surpreendido com a complexidade da organização social dos lobos e cães.
 Até a próxima...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails