sábado, 6 de novembro de 2010

O Sol gigante e a "Segunda Lua-Cheia"

   O Universo é um lugar grande. Aliás, não é grande. O Maracanã é grande. O Universo é algo que nós não temos uma palavra para ilustrar. E não venha dizer que 'Infinito' serve, por que definitivamente não serve. Pense no tamanho de algo infinito. Viu? Não dá pra imaginar! E se não dá pra imaginar o que ela quer dizer, a palavra não serve.

E espalhado pelo universo, há certas coisas tão imensamente gigantescas que em uma primeira análise você pensaria que são infinitas, se elas não estivessem ocupando apenas um pequeno espaço se comparado a imensidão do verdadeiro infinito ao redor delas.




Betelgeuse. É de um dos planetas próximos a essa estrela que veio o personagem Ford , no livro O Guia do Mochileiro das Galáxias (que por sinal, está na moda aqui no Blog). Mas ela, ao contrário de Ford e de 95% do livro, não é ficção. Ela existe mesmo, e é visível a olho nú, sendo aliás, uma das 10 estrelas mais brilhantes no céu aqui da Terra.

Ela faz parte da constelação de Órion, a mesma das Três Marias (ela é fácil de ser vista, como mostra a imagem ao lado). E é grande. Muito grande. Absurdamente grande. Inominavelmente grande. Farei uma comparação covarde: Pense no seu tamanho. Pense em você, comparado com o Maracanã. Pense no Maracanã comparado com o Rio de Janeiro inteiro. Pense no Rio de Janeiro comparado ao Brasil. Pense no Brasil comparado ao planeta Terra. Pense na Terra comparada com Júpiter (11 vezes maior que nosso planeta). Pense em Júpiter comparado com o Sol (100 vezes maior que a Terra).

Tá se sentindo pequeno? Saiba que Betelgeuse é 900 vezes maior que o Sol, e brilha 60 mil vezes mais. Se ela estivesse no lugar do Sol, a Terra não poderia estar aqui, por que a estrela ocuparia esse espaço. Abaixo, três imagens para te dar uma pequena noção do que é isso:










Notem que Antares é ainda maior que nossa querida Betelgeuse. Mas se a postagem é sobre astros gigantes, por que a Betelgeuse é a estrela (perdoe-me o trocadilho) da conversa? Simples: Por que ela está com os dias contados, e o Blog não gostaria de fazer homenagens póstumas a estrelas.

Estrelas explodem. Sim. Elas são como nós: Literalmente nascem, crescem e morrem. O Sol um dia morrerá, mas ele não vai explodir: Ele não tem massa para isso. Apenas irá esfriar. Betelgeuse, no entanto, é bem mais velha do que o Sol e está com os dias contados. E por ser muito maior, seu destino é explodir e se tornar uma Supernova. Discute-se muito quanto tempo de vida ela tem (ou tinha, já explico), mas há quem diga que ela deve explodir nos próximos 400 anos. Ou pode até já ter explodido, já que ela está exatamente a 430 anos luz. Ou seja, o dia que ela cumprir seu destino, as imagens disso só chegarão aqui 430 anos depois... O lado bom é que com toda essa distância, o fim iminente dessa estrela é totalmente inofensivo para nós terráqueos.

E o que acontecerá com Betelgeuse depois que ela explodir? Se tornará uma Supernova. Basicamente é uma massa de energia que ocorre por algum tempo depois que as estrelas explodem, e vão diminuindo gradativamente até se tornarem invisíveis. A Supernova pode chegar a ser alguns bilhões de vezes mais brilhante do que a estrela que a originou.

Vista daqui da Terra, a Supernova Betelgeuse terá um brilho tão forte, que poderá ser fácilmente confundida com uma lua cheia! E será visível tanto durante o dia, quanto durante a noite. Será como ter duas luas. Duas vezes mais romance. Duas vezes mais claridade. Duas vezes mais lobisomens.

Pena que ainda vai demorar. Ou não. 400 anos nas escalas do universo é um piscar de olhos... Mas isso fica para outra postagem...

2 comentários:

  1. Nossa que interessante mesmo esse post,me senti cheia da cultura agora depois de ler hahaha
    Abçs^^

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do tema. Muito interessante mesmo. Pensando nisso tudo fico mais certo da existência de Deus. Só mesmo Ele pra criar coisas tão grandes e com isso mostrar para o homem que sempre haverá algo novo para se descobrir, para se estudar e que que também o homem perto Dele é como uma gota no oceano.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails